Doc-LEK é um núcleo cultural do:

Doc-LEK é um núcleo cultural do:

sábado, 26 de setembro de 2015

WILSON ABIRACHED

FEVEREIRO DE 1969 
A nossa Ubatuba hoje é governada pelo digníssimo Prefeito Dr. José Alberto dos Santos. Muito amigo de Wilson Abirached, ajudou-o quando disputava a candidatura contra Washington de Oliveira. Wilson ganhou e, orientado por Dr. Alberto, político experimentado, muito aprendeu realizando uma feliz gestão por essa época. Hoje Wilson não existe mais. Porém o seu nome permanece vivo no coração daqueles que com ele conviveram e tiveram a feliz oportunidade de serem considerados amigos. E neste dia em que todos se lembram com saudade de Wilson Abirached, em meus apontamentos encontro a crônica: 

MENSAGEM DE FÉ 
Wilson Abirached
Ubatuba, como toda cidade litorânea, desperta para uma nova vida material, assim como também espiritual. Nota-se uma certa tendência nos adolescentes de hoje para as letras, setor musical e cultural. Os jovens já não se interessam só por bailes, jogos e esportes de outra natureza. Há mesmo um certo ar de maturidade nos semblantes juvenis que encontro nas minhas andanças pelas ruas da cidade. 

Assim é Ubatuba nos dias atuais. O céu sempre azul nos convida a meditar nessa melhora sensível dos homens de hoje. A administração caminha em paz. O nosso digníssimo Prefeito governa a cidade com vontade de vencer e vencerá coma Graça de Deus. Conheci Wilson criança ainda, 18 anos de idade, contava ele. Naquele tempo eu era proprietária do Ubatuba Hotel, hoje Cine Iperoig. Ali se hospedava o turbulento rapaz. Alegre, sempre pronto a pregar partidas aos companheiros de sua idade, era difícil conviver com ele ser aderir às suas brincadeiras. Uma madrugada, lembro-me bem, o jovem viera de Taubaté em “Teco-teco” de sua propriedade, hospedando-se como de costume em meu hotel. À noite caiu um temporal imprevisto como são todos eles na faixa litorânea. Apesar das minhas brigas, acompanhando Wilson até o campo de aviação, rogando para que não se arriscasse a voar, Wilson Abirached, com o mesmo sorriso de sempre nos lábios, arrancou do campo em plena tempestade voando para onde seu coração de moço o chamava. 

E assim era ele até o fim dos dias, - pois não foi fácil para sua alma generosa governar Ubatuba quando os correligionários políticos exigiam que não reatasse relações de amizade rompidas no campo da política. Wilson lutou com denodo, impondo-se com energia e coragem tão próprias do seu caráter não corrompido pelas vicissitudes da vida. E fiel às amizades do passado, estendeu a mão a todos, inclusive a mim, pois melhor do que ninguém, ela sabia que minha humilde pessoa no setor político e no setor da amizade, repito, estaria sempre até meu último dia de vida sobre a terra, ao lado de Washington de Oliveira, digno filho de Ubatuba, reconhecidamente provada sua eficiência como líder político, homem de letras e farmacêutico profissional. 

Pois bem, ao lado de Washington tive que lutar contra o nosso Prefeito. Perdemos a batalha, mas em compensação recuperei o amigo de sempre, filho espiritual que Wilson Abirached foi para mim. E nunca me negou sua ajuda quando estava dentro das possibilidades. Ubatuba, qual rainha litorânea, caminhou guiada pelo mais generoso coração que possa caber dentro de um peito de homem, de acordo com os princípios de amor, harmonia, verdade e justiça. 

Quando escrevi esta crônica, Wilson era moço e forte. Jamais pensaríamos em perdê-lo em estúpido acidente. Fazia anos que a tinha escrito e publicado na “Tribuna” de Ubatuba. Hoje transcreve para as páginas deste livro, gravando assim em letras de ouro o nome de um homem que muito trabalhou por nossa terra. Pois em ouro eu quisera gravar de verdade todo bem que os passados prefeitos em suas curtas passagens pela Terra de Cunhambebe deixaram espalhados em todos os lares. 
BOM DIA UBATUBA Editora Vida Páginas 73/74.

Nenhum comentário: